Blog


  • Dia dos Pais: Um pai que também é educador
    Por: House Netbil - Data: 10/08/2017
    Dia dos Pais: Um pai que também é educador - Agosto

    O Dia dos Pais, assim como o Dia das Mães, é uma das datas mais comemoradas do mundo, porém pouco se sabe sobre a origem dessa data. No Brasil, os pais recebem homenagens sempre no segundo domingo de agosto, mas nem sempre foi neste dia. 

    Nos Estados Unidos e em outras nações, a data dedicada aos pais é o terceiro domingo de junho. Na Espanha e Portugal, cai no dia dezenove de março. Na Rússia, no dia 23 de fevereiro. Mas, por que tanta diferença assim?

    A data foi institucionalizada nos Estados Unidos e os pais foram homenageados pela primeira vez em dezenove de junho de 1910. Em 1966, a data foi alterada para o terceiro domingo de junho.

    No Brasil, a data foi celebrada pela primeira vez em 1953, no dia dezesseis de agosto. A tentativa, aqui, era associar a data ao dia de São Joaquim, pai de Maria, mãe de Jesus, em dezesseis de agosto. Tempos depois, a data foi movida para o  segundo domingo de agosto, o que permanece até hoje.

    Mais relevante que a história do dia  é salientar o papel do pai no acompanhamento do desenvolvimento dos filhos no que tange à sua educação. O pai não pode e não deve tercerizar a construção de valores tão primordiais, como a obediência, o respeito ao outro e ao diferente, a ética, a moral, enfim, o pai é o professor de valores  que devem ser construídos junto com seus filhos, no dia a dia, pois de nada adianta esperar o filho completar dez anos para se iniciar um trabalho educador em casa. Desde muito cedo deve existir essa preocupação, ou seja, cada pai precisa ir, devagar, trabalhando tais valores, com, inclusive, exemplos na própria relação com sua família.

    Para tanto, a Netbil elaborou um material que, com certeza, levará o pai a entender a sua verdadeira função quanto ao educar. Não dá para educar sem conhecer. 

    É preciso saber exatamente o que fazer. Nesse sentido, a apostila preparada especificamente para os pais tem muito a colaborar, a fim de que cada um assuma a sua responsabilidade de não só dizer, mas fazer acontecer uma educação familiar que mude a percepção de valores nos filhos desde a tenra idade. Assim construiremos cidadãos.





    Compartilhe:
    (0) Comentários
     
       

    Envie seu Comentário
    Nome:
    Fone:
    E-mail:
    Comentário:
    Digite o código:*